A huge collection of 3400+ free website templates www.JARtheme.COM WP themes and more at the biggest community-driven free web design site
Errei. E agora?

Errei. E agora?

 

Era para ser um dia normal de trabalho, mas uma falha sua deixou marcas que dificilmente serão esquecidas. Dramático hein?
Sendo assim, seguem quatro conselhos para tentar reverter a situação de quem “fez caquinha”. Ou cacona.

1. Admita
O primeiro passo é admitir. Se você sabe que errou, que pisou na bola, que escorregou na maionese, admita. Seja profissional ao assumir os erros. Caso chefie um grupo de designers e o erro não foi seu, mas sim de algum integrante do grupo, lembre-se: quando se é líder, a vitória é compartilhada, mas a derrota é somente sua. Jogar toda culpa na equipe é simplesmente cuspir pra cima.

2. Trace um plano B
Muitos erros não são tão graves assim e são passíveis de uma nova estratégia. Se for esse o caso, aproveite o pouco tempo que provavelmente resta e trace um plano B, mesmo que isso signifique passar a noite inteira (ou o fim de semana) trabalhando. Isso mostra (ao cliente, ou ao dono da agência) que você se importa com o resultado positivo do projeto e que está disposto a fazer o possível para consertar a “cagada”.

3. Compense
Esse passo é essencial para tentar reconquistar a confiança do prejudicado pelo seu erro. Supondo que você conseguiu reverter satisfatoriamente a situação, compense-o mesmo assim pelo erro que cometeu. Diga que está disposto a fazer um determinado serviço extra gratuitamente a fim de ganhar novamente sua confiança.

4. Aprenda
Após o erro, e passada a sensação de culpa, o que sobra é a lição aprendida. Procure ir mais a fundo e listar mentalmente não só o “porque errei” mas também o “como errei”. Veja se alguma atitude sua, como a preguiça, a falta de atenção ou de comunicação foram responsáveis pelo erro – e tente melhorar nisso.

Também já errou feio? Conte abaixo sua história e que lição aprendeu disso. Até a próxima!

Tags: Erro, Assumir Culpa, Responsabilidades, Desculpa